22 de fevereiro de 2018

Exposição Infante D. Henrique na Banda Desenhada


Exposição D. Afonso Henriques na Banda Desenhada


Exposição Os 80 Anos do Super-Homem


Exposição "Elixir da Eterna Juventude - Mútuo Consentimento"


BDN - Ensaio de quadriculografia

Ficha técnica:
Suplemento do jornal Diário de Notícias
Datas de publicação: #1 (11 de Fevereiro de 1990) a #109
Dimensões aproximadas: 205x285 mm
Cor: 4 cores, P/B
Propriedade: Diário de Notícias


Séries publicadas:

One-shots publicados:
  • A vida maravilhosa de Charles Chaplin, 1979, Ruy #24 a #44 
  • Como apareceu o medo, Ruy #46 a #48 e #55
[actualizado em 5-1-2015]

21 de fevereiro de 2018

Jidéhem - Ensaio de quadriculografia portuguesa

Jean de Maesmaker
Argumentista, Desenhador
(França) Meaux, 2 de Janeiro de 1954

Jean de Mesmaeker, mais conhecido sob o pseudónimo Jidéhem, é famoso pela série Sophie e as suas contribuições para a série Gaston Lagaffe. Estreia-se com a idade de 19 anos com Fernand Cheneval na série policial Ginger (1954-1956). Na revista Spirou, torna-se assistente de André Franquin, onde faz os cenários de Spirou e Fantasio. Também se junta a Franquin na criação do hilariante anti-herói Gaston Lagaffe, realizando a maior parte da obra de arte, até Franquin assumir todo o trabalho artístico em 1968. O pai de Jidéhem foi a inspiração para um dos personagens mais lendários da série Gaston: o mal-humorado empresário De Mesmaeker. A partir de então, Jidéhem realiza aventuras longas e curtas de Sophie para a revista Spirou até ao início de 1990. No início de 1980, reinicia a série Ginger. Na década de 80, realiza os textos para dois episódios da Natacha de François Walthéry. Entre 1990 e 1993, desenha Chansons Cochonnes para as Éditions Top Game e ilustra algumas Chronicals no Jornal Auto. Aposenta-se em 1994.

Séries publicadas em Portugal:
Gaston LagaffeSpirou & Fantásio

[actualizado em 10-11-2014]

Pisca-Pisca - Ensaio de quadriculografia

Ficha técnica:
Datas de publicação:
[ #1 (Janeiro de 1968) a #33 (Dezembro de 1970)
Dimensões aproximadas: 200x280 mm
Cor: 4 cores
Periodicidade: Mensal
Preço: 7$50
Nº de páginas: 52
Director: Álvaro Pereira
Editor: Marcello de Morais
Propriedade: Editorial Mocidade


Séries publicadas:

One-shots publicados:
  • O passarinho perdido, #1
  • Vitórias do nosso tempo, Fernando Cheneval, #1
  • Miguel de Cervantes e Saavedra, Fernan e Yves Duval, #1
  • Henry Wells & William Fargo, o correio do Oeste (Henry Wells et William G. Fargo, les facteurs du Far-West), 1967, Vance e Duval, #2
  • A conquista do Monte Branco (Les vainqueurs du Mont Blanc), 1966, Sidney e Pierre Step, #3
  • Como foi descoberta a cruz, José Garcês, #4
  • Amadis, o donzel do mar, José Garcês, #4
  • A curiosa aventura da girafa do rei (La curieuse odyssée de la girafe du roi), 1963, Liliane & Fred Funcken e Yves Duval, #5
  • Camões, herói e poeta genial (Don Luiz Camoens héros et poète de génie), 1964, Fernand Cheneval e Yves Duval, #6
  • Bigoudi (Bigoudi), 1965, Endry e Jacques Acar, #6
  • Embaixada de El-Rei D. Manuel I ao Papa Leão X, José Garcês, #7
  • Tom Mix, o rei dos filmes de cowboys (Un roi du western : Tom Mix), 1965, Liliane & Fred Funcken e Yves Duval, #7
  • A grande pescaria, #8
  • Frederico Froebel (Friedrich Froebel), 1963, Fernand Cheneval e Yves Duval, #8
  • Os heróis não se medem aos palmos (L'héroïque petit Bara), 1963, William Vance e Yves Duval, #9
  • Thu-rista, #9
  • Milagre de Natal (Le miracle de Noël), 1963, Vance e Duval, #10
  • Como nasceu o teatro de fantoches, #10
  • John Glenn: em órbita à volta da Terra (Les 3 tours du colonel Glenn), 1964, William Vance e Pierre Step, #11
  • Charles Tellier, o inventor do frigorífico (Charles Tellier le père du froid), 1963, Fernand Cheneval e Yves Duval, #11
  • Os cavaleiros de Malta (L'héroïque épopée des Chevaliers de Malte), 1962, William Vance e Yves Duval, #12
  • A louca aventura da subida em balão (La folle gageure des premiers hommes volants), 1965, Fernand Cheneval e Yves Duval, #13
  • A primeira corrida dos barcos a vapor, William Vance e Yves Duval, #14
  • Obediência felina, Gos, #15
  • Fátima, terra escolhida de Nossa Senhora (Terre élue de Notre-Dame Fatima), 1963, Fernando Cheneval e Yves Duval, #15
  • Flipper, o golfinho (Flipper), 1964, Édouard Aidans e Yves Duval, #16
  • Quando Morse inventou o telégrafo (Quand le peintre sculpteur Samuel Morse inventait le télégraphe électrique), 1965, Liliane e Fred Funcken e Yves Duval, #17
  • Um capitão chamado Inácio, Liliane & Fred Funcken, #17
  • O almirante das naus das Índias, Carlos Alberto e Olga Alves, #17
  • A fabulosa aventura de um pioneiro do Oeste, Roland Garel e Maurice Guillot, #19
  • A avalanche, #19
  • Um grande jogo, #20
  • Ao serviço da rainha, #20
  • O mistério das pesquisas arqueológicas, #21
  • Eneias, #21
  • Os cavalos selvagens, #23
  • E viverá nos astros..., #26
  • A primeira missão de George Washington (Les premières armes de George Washington), 1967, Liliane & Fred Funcken  e Dusart, #27
  • A gruta dos três irmãos, José Garcês e Maria Mercês Soares, #29
  • João Pedro de Nantes,  Garel e Lob, #30
  • O bando do maroto, Duf, #31
  • Assim nasceu a aviação #32
  • Com velhotes espertalhões não se brinca (Faut pas prendre les petits vieux pour des enfants sages), 1969, Mahaux, #32
[actualizado em 29-12-2014]